Seminários em Portugal


Meditação Sobre os Chakras

do Livro, "Tudo Pode Ser Curado" por Martin Brofman

Com esta experiência, irá dirigir a sua atenção sobre cada um dos chakras, um a um, focando primeiro nas sensações fisicas, e depois usando a imaginação, a sua habilidade de criar imagens, criando a experiência de ver as cores que ai se encontram. Não existe nenhuma diferença entre imaginação e visualização, apenas pelo facto de que maior parte das pessoas acreditam nas suas capacidades de imaginar do que na sua habilidade de visualizar. Eles sabem que até as criaças podem imaginar coisas, mas visualizar... bem, isso já é outra história. 

Quando lhe for pedido para imaginar certas cores em certos sítios, poderá ter impressão de outras cores. Se isto acontecer, apenas note quais são as outras cores das quais está a ter impressão de, e depois liberte-as, e subsistua com a cor correcta. Será capaz de fazer isto imaginando que está a fazer incidir luzes da cor correcta ou que está a pintar da cor correcta, ou ainda pode imaginar um objecto dessa cor nesse sítio. Por fim acabará por ser capaz de criar uma impressão de que as cores correctas estão nos sítios certos, e de sentir os efeitos do mesmo.

Se tiver a impressão de ver cores diferentes daquelas que lhe são pedidas, isso revelar-lhe-á algo acerca daquilo que se está a passar nessa parte da sua consciência. Poderá consultar então o "Guia de Referência da Linguagem das Cores" que se encontra no final deste livro para ver o que significa as cores que viu, à luz do nosso modelo de plenitude, e a forma como a descrição que encontrará no guia corresponde àquilo que voçe já suspeitava estar acontecer na sua consciência.

Agora, encontre um aposição confortável e faça a meditação como se segue:

Em primeiro lugar, diriga a sua atenção para a região do períneo e para as sensações físicas que ai sente. Sinta qualquer coisa. Decida que aquilo que sente é energia e, em seguida, decida que essa energia é de um vermelho brilhante. Se tiver a impressão de ver uma outra cor, tome nota dela e em seguida liberte-a, e torne-a vermelha. Fique com a impressão final de uma bola de energia vermelha, clara e brilhante, onde sabe que se encontra o chakra vermelho. Mantenha a sua atenção nesse lugar, a fazer isso, por alguns momentos.

Em seguida, desloque a sua atenção ums dez centimetros acim, no meio do seu abdómen e para as sensações físicas que ai experimenta. Sinta alguma coisa, e decida que aquilo que sente é energia .

Em seguida, decida que é energia a brilhar laranja. Se tiver uma impressão de outra cor, apenas note qual é, liberte-a e torne-a laranja. Por fim, fique com a impressão de uma bola de energia laranja clara onde sabe que se encontra o Chakra Laranja e mantenha ai a atenção, fazendo isso durante alguns momentos.

Agora, desloque a sua atenção para a região do plexo solar. Tome consciência de sensações nesse lugar. Sinta qualquer coisa e deicida que aquilo que está a sentir é energia. Depois decida que esta energia está a brilhar a cor amarela. Se tem a impressão de outra cor, note qual é, e depois mude-a, e faça-a amarela. Tenha a impressão final de ter uma bola de energia amarela clara e brilhante no seu Chakra Amarelo, e mantelha essa experiência por alguns momentos.      

Agora, ponha a sua atenção no centro do seu peito, onde sabe que fica o seu Chakra verde. Tenha consciência de sensações nesse lugar. Sinta alguma coisa, e depois decida que aquilo que sente é energia, e que está a brilhar verde esmeralda. Se tem a impressão de outra cor, note qual é, e depois liberte-a, e faça-a verde esmeralda. Mantenha a impressão de uma bola de energia verde esmeralda clara e brilhante no seu Chakra Verde por alguns momentos, sentindo-a.

Agora, ponha a sua atenção na base da sua garganta. Tenha consciência de senasações ai. Sinta alguma coisa onde sabe que está o seu chakra azul, e deicida que aquilo que sente é energia, e que está a brilhar azul, azul celeste. Se tem a impressão de outra cor nesse local, apenas note qual é, e mude-a. Deicda que agora está azul celeste. Mantenha a impressão final de uma bola de energia azul celeste clara e brilhante no seu Chakra Azul por alguns momentos.Now, move your attention to the base of your Garganta. Be aware of sensations there.

Em seguida, leve a sua atenção para o centro da sua testa. Tome consciência de sensações ai, sinta alguma coisa onde sabe que fica o seu Chakra Indigo e deicida que aquilo que sente é energia. Decida que está a brilhar indigo, a cor de ceu numa noite de luar. Se tem a impressão de uma outra cor, note qual é e liberte-a. Mude-a. Decida que agora é indigo, e mantenha por alguns momentosa impressão de uma bola de energia indigo no seu chakra Indigo.

Agora, ponha a sua atenção no topo da sua cabeça. Tome consciência de sensações nesse local onde sabe que fica o seu Chakra Violeta. Sinta alguma coisa e decida que aquilo que está a sentir é energia. Depois, decida que esta energia que está a sentir está a brilhar violeta, a cor da ametista. Se tem a impressão de outra cor, apenas note qual é, e modifique-a. Faça-a Violeta, e mantenha uma impressão final por alguns momentos de uma bola de energia violeta a brilhar no Chakra Violeta.

Finalmente, apenas relaxe, e repare no estado de Ser que acaba de experimentar após a meditação, em comparação de como se sentia antes desta experiência. Não há duvida, de como se sentirá melhor de alguma maneira, e ai entenderá, através da sua experiência os beneficios desta meditação.

A meditação não só o ajuda a se centrar quando precisa, mas também lhe dá o conhecimento do que se tem andado a acontecer na sua consciência mesmo antes da experiência, uma imagen de onde está. Pode esperar que depois do trabalho que fez a sí mesmo com esta meditação, quaisquer situações em desequilíbrio foram melhoradas ou corrgidas até certo ponto.

O inventário de onde agora se encontra é o resultado da análise das cores que foram vistas nos diversos chakras,  no guia "Linguagem das Cores" posteriormente mencionado. Se apenas viu as cores correctas nas áreas onde sabe que estão em desiquilibrio, como por exemplo áreas associadas a sintomas físicos específicos que tem andado a sentir, saberá que a sua visão referente a si próprio não estava a reflectir aquilo que era rea, mas antes aquilo que gostaria que fosse. É fundamental que a visão que tem de onde se encontra a qualquer momento esteja livre de uqalquer espécie de autodecepção, caso contrário deixará de ter ao seu dispoor o mecanismo que lhe permite melhorar os aspectos que a parte mais profunda de si sabe estar em desequilíbrio.

Conheça-se a sí próprio e saiba o que é verdade para si. Aceite-o. Isso é o início para tudo o resto.

Lembre-se que tudo pode ser curado.

© 1988 Martin Brofman

Homepage   Fundação   Sistema Corpo Espelho   Seminário da Visão   Calendário   Instructores   Chakras    Artigos    Livros    Links    Preços dos Seminários